Seriam as construções abandonadas ruínas da modernidade?

© Sam Laughlin

Ruínas antigas são algo comum na Europa - há muitos exemplos famosos como Pompeia, o Partenon, o Coliseu - mas o que dizer das novas ruínas? Esqueletos de edifícios incompletos agora povoam o skyline das cidades europeias. Uma forma de momento mori, essas construções abandonadas provam que nenhuma estrutura é permanente ou imune aos desejos cambiantes de uma sociedade em fluxo. O fotógrafo inglês Sam Laughlin documenta o surgimento dessas "ruínas" em sua série Frameworks, um exame contemporâneo do envelhecimento do ambiente construído.


© Sam Laughlin


Laughlin fotografou as obras de Frameworks na Itália, Espanha, Alemanha e Reino Unido. As sinistras fotografias mostram um mundo inconcluso - alguns projetos em progresso, outros abandonados, sem esperança de um dia ficarem prontos. Laughlin descreve o objeto de estudo de Frameworks: "Aqui vemos arquitetura interrompida; a construção parou e fomos deixados com os ossos dos edifícios em estase." E continua: "Já que cada estrutura foi interrompida por razões econômicas ou políticas, elas se tornam ruínas modernas - evidência de uma necessidade insustentável de construir que contradiz nossa sede de progresso."


Fonte:

Archdaily


Search By Tags
Arquivo
Follow Us
  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • Pinterest Clean Grey
  • YouTube Clean Grey
  • Vimeo Clean Grey
  • Facebook Clean Grey
  • Grey Instagram Ícone
  • YouTube Clean Grey